• Español
  • English
  • Français
  • Deutsch
  • Português

A insurreção popular haitiana e a nova fronteira imperial

Opinión
11/09/2018
insurrecion_haiti.jpg
-A +A

Em 1980, a revista Tricontinental, publicada pela Organização de Solidariedade com os Povos da Ásia, África e América Latina (OSPAAAL), dedicou sua edição no. 119 ao Haiti. Os editores escreveram: “Muito pouco se sabe sobre a luta do povo haitiano”, pois os imperialistas “ergueram um muro de silêncio em torno do Haiti”. Eles não desejavam ver uma campanha internacional desenvolvida para defender as lutas do povo contra o regime ditatorial dos Duvaliers, totalmente apoiado pelos Estados Unidos e seus aliados. “Apesar disso”, escreveram os editores, “vozes que denunciam os assassinatos e a injustiça social no Haiti podem ser ouvidas sobre o muro, anunciando a disseminação da luta popular e clamando pela solidariedade mundial com ela”.

 

Esses muros existem hoje. A compreensão genuína do povo raramente é desenvolvida vista fora dos muros.

 

Nos dias 6 e 7 de julho, um estado de insurreição geral tomou todo o Haiti, em resposta à tentativa de aumentar o preço dos combustíveis pelo FMI e pelo governo nacional.

https://www.alainet.org/pt/articulo/195255

Donaciones

portada-525-526-pt.jpg
alem522-pt.jpg
portada-521-pt.jpg
portada-521-pt.jpg
portada-519-pt.jpg
portada-518-pt.jpg
portada-517-pt.jpeg
 alai 516 pt
1
2
3
4
5
6
7
8